Mentalistas Famosos: 4 Truques que irão te Surpreender

Mentalistas Famosos e alguns de seus truques que irão te deixar de boca aberta

Você provavelmente já ouviu falar de algum desses mentalistas famosos.

Com os truques de hipnose e induções bombando na internet, os mentalistas se destacam com suas incríveis habilidades de manipular, sugerir e criar ilusões mentais nas pessoas.

Mentalistas são praticantes do Mentalismo, um tipo de performance que envolve truques mentais como sugestões, hipnose, ilusões, induções entre outros.

Conheça 4 mentalistas famosos e alguns de seus incríveis feitos.

Derren Brown

Derren Brown é um dos mentalistas famosos mais brilhantes da atualidade. Seus truques surpreendem até mesmo quem já acompanha seu trabalho. Nesse truque, o mentalista deixa um homem desconhecido totalmente assustado quando começa a relatar um acontecimento que ele viveu quando criança. Veja o Vídeo.

Uri Geller

Considerado por muitos como um dos maiores mentalistas da história, Uri Geller fez muito sucesso, inclusive no Brasil. Em 1976 ele esteve na TV Globo realizando sua performance, milhares de pessoas o assistiram e se impressionaram com suas habilidades e truques jamais vistos antes.

Lior Suchard

Atualmente, Lior Suchard é um dos mentalistas de maior sucesso no mundo. Seus shows já o levaram a diversos lugares onde ele pode demonstrar suas incríveis habilidades. Através de truques psicológicos, Lior surpreende a todos com feitos impressionantes.

Em uma de suas visitas ao Brasil, o mentalista participou do programa da apresentadora Ana Maria Braga, onde foi desafiado por ela a adivinhar a cor de uma peça de roupa íntima que estava vestindo.

Frederic da Silva

Considerado o maior mentalista da Europa, Frederic da Silva já viajou o mundo com seus shows. Habilidoso com suas análises psicológicas, físicas e corporais, o mentalista realiza excelentes truques.

Com uma participação em um programa de televisão portuguesa, Frederic adivinhou o que os participantes haviam desenhado em papéis sem vê-los antes. Confira o truque.

Quem é Derren Brown e por que Ele é tão Incrível?

Derren Brown é mágico, mentalista, ilusionista e pintor. Ficou conhecido logo no começo de sua carreira no ano 2000, quando apresentou uma série televisiva chamada Mind Control.

A série tinha como objetivo mostrar ao público diversos truques psicológicos realizados através de sugestões, indução, confusão por direção, hipnose, entre outras técnicas.

Derren é um dos maiores nomes do mentalismo, seus truques deixam qualquer um impressionado. Agora, o mentalista faz questão de deixar claro que tudo o que faz é baseado em truques e psicologia.

Essa atitude de revelar seus métodos também transformou Derren Brown em um combatente de charlatões que afirmam ter poderes psíquicos, mediúnicos, curandeiros espirituais, entre outros.

O que faz Derren Brown ser tão incrível?

É simples responder. Derren possui um enorme conhecimento a respeito do funcionamento da mente, do comportamento humano, persuasão e quais lacunas psicológicas podem ser exploradas em nosso cérebro.

Tudo isso faz com ele seja capaz de surpreender qualquer um facilmente com seus truques.

Dentre algumas coisas impressionantes que Derren Brown já fez, estão:

  • Jogar Roleta Russa na televisão ao vivo
  • Motivar uma homem tímido a aterrissar um avião de passageiros lotado a 30.000 pés
  • Expor charlatões psíquicos e curandeiros religiosos
  • Hipnotizar um homem a assassinar Stephen Fry
  • Convencer gerentes a cometerem um assalto a mão armada na rua
  • Prever com sucesso a loteria nacional

Agora, além de um excelente mentalista, ele também é pintor e seus trabalhos deixam qualquer um de boca aberta.

Conheça o seu trabalho artístico acessando a galeria de arte que ele disponibiliza em seu próprio site.

derren brown - art 1
http://derrenbrown.co.uk/art/
derren brown - art 8
http://derrenbrown.co.uk/art/

Derren Brown não tem limites

Apesar da fama, o mentalista também tem um grande número de críticos. Seus truques, shows e experimentos psicológicos muitas vezes são polêmicos e geram controvérsias.

Um de seus experimentos mais famosos e que tiveram uma repercussão negativa foi o episódio de seu programa Derren Brown: Pushed to the Edge, onde Derren e sua equipe tentaram induzir pessoas comuns através da Conformidade Social, a cometerem um homicídio empurrando outra pessoa do terraço de um prédio.

É claro que tudo era teatral, ninguém estaria correndo real risco de vida, mas o experimento em si era verídico e as pessoas selecionadas para participar realmente não sabiam o que estava acontecendo.

O episódio gerou muitas críticas por parte do público, pois os participantes realmente ficavam transtornados com toda a situação que estavam passando. Contudo, outra parte elogiou muito o programa e o alto nível do aparato persuasivo criado por Derren e sua equipe para realizar o experimento.

O canal do hipnólogo Guilherme Alves disponibilizou os dois episódios legendados do programa.

Eric Mead e a Magia do Efeito Placebo

Eric Mead explica como funciona o efeito placebo e como ele está presente na mágica.

O mágico, mentalista e comediante Eric Mead em sua palestra no TED Talks, explicou como funciona o efeito placebo através de um incrível truque de mágica.

Mas, você sabe o que é um placebo?

Os placebos são definidos como um fármaco, terapia ou procedimento inerte, que apresenta, no entanto, efeitos terapêuticos devido aos efeitos psicológicos da crença do paciente de que ele está a ser tratado.

Em outras palavras, é basicamente um medicamento que não possui efeito, mas que devido a crença do paciente de estar tomando um remédio efetivo, acaba tendo efeito terapêutico. E esse é o efeito placebo.

E como Eric Mead apresenta esse efeito?

Bom, primeiramente ele conta que ficou intrigado após ler um estudo científico que mostrava que o efeito placebo era gradativo.

Ele afirma que na pesquisa é mostrado que se você testa o placebo através de uma simples pílula branca, como uma “aspirina”, ela tem um efeito.

Mas, se você testa o placebo com uma pílula menor, de cor azul e imprime uma letra nela, o efeito fica significativamente mais eficaz. E se você quiser o máximo de placebo, então você o testa através de uma falsa injeção que o efeito será ainda maior.

A Magia do Placebo

O mágico Eric Mead realiza dois truques de mágica para demonstrar como funciona o efeito placebo.

No primeiro truque ele faz com que uma faca fique “grudada” em sua mão através de eletromagnetismo. Contudo, logo em seguida ele revela ser apenas um truque onde segura a faca com um dedo escondido.

Agora a parte mais impressionante é o segundo truque, Eric afirma que atravessará o seu braço com uma agulha na frente de todos.

Então, ele pega a agulha, a esteriliza e se prepara. Sem que possamos ver ele a atravessa por sua pele, só que diferentemente do primeiro truque, dessa vez o braço é virado para a plateia mostrando que de fato a agulha está alocada em seu corpo.

A platéia fica em choque, o truque causa agonia em algumas pessoas. Eric Mead propõe que muitos ainda podem questionar se a agulha realmente foi enfiada em seu braço, já que não há sangue.

Então, ele começa a mexer os dedos e movimentar a agulha, a fim de que o sangue saia e ele possa provar para as pessoas a veracidade do que está acontecendo.

Assista a palestra para conferir esse truque.

Como o truque foi feito?

Bom, para dar esse efeito ele usa uma agulha de sangue teatral e uma pequena quantidade de adesivo, como cimento de borracha.

O talão no final da agulha é oco e feito de borracha para que ele possa conter o falso sangue. A agulha tem um canal até um pequeno orifício em seu lado através do qual o “sangue” pode sair.

Quando o mágico esteriliza a agulha, ele passa nela um pouco de cola adesiva. Assim que isso foi feito, ele encena estar enfiando a agulha em seu braço, mas por trás, dobra os dois lados pele sobre a agulha.

Então, quando o mágico precisa mostrar que há sangue, ele mexe a agulha e ao mesmo tempo pressiona o talão para que libere o líquido falso, dando a impressão assim que ele realmente perfurou seu braço.

Veja o próprio Mister M explicando esse truque

Conclusões de Eric Mead

Bom, se você assistiu a palestra, viu que Eric sai do palco sem retirar a agulha de seu braço e sem explicar exatamente o porquê de tudo aquilo.

Mas tudo isso tem uma explicação.

Essa palestra aconteceu no primeiro de três dias de palestras que iriam ocorrer para o público.

O mágico realizou o truque para que nos próximos dias em que ele se encontrasse com as pessoas que o assistiram, ele pudesse ver que mesmo sabendo que aquilo era apenas um truque, as pessoas ainda sim pediriam para verificar o seu braço.

Com isso, Eric Mead tenta mostrar que mesmo quando sabemos que algo é falso, ainda sim podemos reagir a aquilo como se fosse real.

E a mágica funciona da mesma forma, quanto maior é o teatro, mais intensas são as ações e os indícios de que o truque é real, mais as pessoas acreditam e sentem os efeitos reais, ainda que seja apenas uma ilusão.

Isso revela que uma boa mágica se aproxima ao máximo da realidade para que a crença das pessoas a acompanhem da mesma forma, causando os efeitos e reações que fazem da mágica algo incrível.

Os Melhores Mágicos do Mundo: 8 Curiosidades sobre eles

Os Melhores Mágicos do Mundo: 8 Curiosidades que talvez você não saiba sobre eles

Bom, existem muitos mágicos incríveis e não é tão fácil decidir quem são os melhores. Mas, fato é que há alguns que frequentemente estão nos rankings de “os melhores mágicos do mundo”.

Esse mágicos são responsáveis por truques dos mais diversos e inimagináveis, que vão desde escapadas de algemas embaixo da água, desaparecimento de coisas enormes e levitação, até mágicas com explosões, cartas, objetos, e muitos outros truques que desafiam a nossa noção do que é o possível.

Mas, que outras coisas podemos saber sobre eles? Bom, preparamos uma lista com 8 curiosidades sobre alguns dos melhores mágicos do mundo. E garantimos, só tem fera.

1. Houdini, o mágico mais famoso de todos os tempos também foi pioneiro em outra área

Escolhido por muitos como o maior mágico de todos os tempos, quem nunca ouviu falar do Grande Houdini? Mas, você sabia que além de mágico, ilusionista e um habilidoso escapista ele também foi piloto de avião?

Não só foi um piloto, como foi o primeiro a fazer um voo controlado e motorizado de um avião na Austrália. Devido a isso, ele entrou para a história da aviação Australiana por seu pioneirismo.

houdini-aviation - os melhores mágicos do mundo
http://www.sl.nsw.gov.au/stories/aviation-australia/our-first-aviators


2. David Copperfield pode ser o primeiro mágico bilionário da história

Entre os melhores mágicos do mundo, David Copperfield se destaca por disputar com outros nomes famosos, o título de “o maior mágico de todos os tempos”.

E não é atoa, seus truques incríveis como fazer desaparecer a Estátua da Liberdade e levitar sobre o Grand Canyon deram a ele um sucesso estrondoso.

Toda essa carreira gloriosa já rendeu a ele até o ano de 2016, uma fortuna estimada em US $850 milhões de dólares segundo a revista Forbes.

copperfield - fortune - os melhores mágicos do mundo
https://www.wsj.com/articles/david-copperfields-homes-have-the-magic-touch-1475764370


3. David Blaine e seus recordes no Guinness Book

Há muitos mágicos e ilusionistas no Guinness Book, entre eles David Blaine que também habita posições entre os melhores mágicos do mundo, ficou muito famoso por suas mágicas close-up.

Contudo, ele ganhou ainda mais notoriedade por bater recordes incríveis de Stunts, que são feitos perigosos e ousados onde frequentemente se batem recordes mundiais.

Entre um de seus grandes recordes conquistados, está o de ficar 17 minutos e 4 segundos embaixo da água sem respirar. O recorde foi batido durante durante o programa da Oprah Winfrey.

blaine - guinness - os melhores mágicos do mundo
https://www.ted.com/talks/david_blaine_how_i_held_my_breath_for_17_min

4. Mágica e Pensamento Crítico, Penn & Teller sabem unir isso melhor do que ninguém

Penn & Teller são dois ilusionistas e comediantes norte-americanos, possuem uma série televisiva chamada Bullshit!, transmitida recentemente no Brasil pelo canal FX.

O objetivo da série é basicamente desmascarar alegações de paranormalidade, pseudociências, teorias de conspiração, charlatões e crenças errôneas comuns, através do ceticismo científico e pensamento crítico.

bullshit - os melhores mágicos do mundo
https://www.youtube.com/watch?v=1S62Bw9-99g

5. Ouça o som de Criss Angel

Criss Angel que ficou bastante famoso por sua série Criss Angel – Mindfreak, possui outras habilidades além de mágico e ilusionista.

Quando adolescente, ele chegou a estudar mágica, misticismo, dança e artes marciais, além de também produzir conteúdo artístico na área musical.

Ouça um pouco de seu som e veja o que você acha.

6. Quer aprender como funciona a nossa mente? Peça ajuda para Apollo Robins

Um dos fatos mais impressionantes sobre Apollo Robbins, é que ele foi capaz de furtar com sucesso dois agentes do serviço secreto que acompanhavam o ex-presidente americano Jimmy Carter. Ele roubou um itinerário e as chaves da coluna de veículos do ex-presidente.

Esse caso lhe rendeu uma enorme publicidade e fez com que ele fosse contratado por diversos departamentos policias para prestar seus serviços sobre furtos e roubo.

Apollo é bastante atuante quando o assunto é o funcionamento da nossa mente. Ele participa de palestras no TED Talks, programas televisivos, além de ser consultor frequente na série Truques da Mente transmitida pelo canal National Geographic, onde é explicado como o nosso cérebro funciona através de diversos truques de mágica e ilusionismo.

A série Truques da Mente também está presente no Netflix.

apollo - os melhores mágicos do mundo
https://www.youtube.com/watch?v=d54ydsKUNGw

 

7. Já imaginou ter um Teatro inteiro só para você se apresentar?

Lance Burton, um mágico talentosíssimo que com certeza está entre os melhores mágicos do mundo conseguiu realizar o sonho que sempre teve.

Ao longo de uma carreira brilhante, com diversos prêmios, títulos e conquistas, Lance alcançou sua maior honra, construir um teatro feito especialmente para ele mesmo.

O teatro recebeu o nome de The Lance Burton Theatre, foi construído e adequado para atender todas as especificações do mágico e custou ao todo US $27 milhões de dólares.

Theatre and Lance Burton - os melhores mágicos do mundo
http://www.lanceburton.com/pages/media-gallery.php

8. Isso que é começar cedo

Ricky Jay é mágico, ator e escritor. Quem o conhece provavelmente sabe que ele domina a prestidigitação, demonstrando sempre uma extrema habilidade com as mãos.

E tanto talento e habilidade não vieram do nada. Jay começou muito cedo, quando criança já se interessava e aprendia sobre mágica.

Sua primeira aparição na TV foi em 1955. Com apenas 7 anos de idade, lá estava ele, apresentando truques de mágica com a ajuda de seu pai.

Neuromagia: O que é? E o que podemos aprender com ela?

O que é Neuromagia? E que lições ela já revelou que podemos aplicar em nossa vida.

O termo Neuromagia foi criado pelos neurocientistas Stephen L. Macknik e Susana Martinez-Conde ao iniciarem suas viagens pelo mundo do ilusionismo.

O termo significa basicamente o estudo de como nosso cérebro funciona e reage diante de truques de ilusionismo e prestidigitação. O porquê de sermos tão vulneráveis a esses truques, e quais as técnicas usadas pelos mágicos para nos enganar durante suas apresentações.

Stephen e Susana em seu livro Truques da Mente: O que a mágica revela sobre nosso cérebro, fazem uma vasta análise de truques famosos de ilusionismo, mágica e mentalismo. Buscam explicar como funcionam, e principalmente encontrar os efeitos causados em nosso cérebro que os permitem ser realizados com sucesso.

As lições finais para a vida, reveladas pela Neuromagia

Depois de toda a pesquisa de Neuromagia, os autores deixam ao final de seu livro algumas lições para a vida. Essas lições foram aprendidas durante toda a jornada na busca pelos segredos do cérebro e do ilusionismo. Conheça essa dicas:

  1. A execução de tarefas múltiplas é um mito. E os mágicos sabem disso. Por isso, usam a abordagem “dividir para conquistar”. Fragmentam a atenção do espectador para que ele não consiga se concentrar inteiramente em nenhuma parte do palco em determinado momento. Então, se você quer ter melhor concentração e foco em suas tarefas, prefira fazer uma de cada vez.
  2. Algumas pessoas como paranormais e vendedores dizem exatamente o que você quer ouvir. Quando desconfiar que alguém está tentando te ludibriar dizendo algo que você gostaria de ouvir, procure mudar sua história no meio do caminho. Por exemplo, você disse a um vendedor que está interessado em comprar uma televisão com um bom contraste e brilho, e então ele te apresenta um produto. Logo após isso, diga que na verdade você está interessado mesmo em um produto resistente e duradouro. Se o ponto forte do modelo apresentado por ele mudar, provavelmente ele não está sendo muito honesto em relação às reais características do produto, e sim está querendo dizer o que você gostaria de ouvir.
  3. Os mágicos sabem que a memória é falível. Quanto maior o tempo entre um evento e a tentativa de lembrança desse mesmo evento, menos precisa é a memória. Então, após acontecimentos importantes, guarde registros e anotações deles imediatamente.
  4. Os mágicos usam a simpatia e humor para fazer com que o espectador fique menos desconfiado, e assim menos atento para descobrir seus truques. Sabendo disso, você pode usar sua simpatia e charme para melhorar suas relações no trabalho, família e amigos.
  5. A nossa atenção foca em pequenas partes do mundo e oculta a maioria das outras coisas. Ao precisar tomar uma decisão difícil, faça uma lista de todas as informações a serem levadas em conta a respeito dessa decisão. E então, analise cada item individualmente e minuciosamente. Após isso, você terá um panorama geral, com base nos fatos concretos e em suas reflexões. Estará pronto para decidir.
  6. Temos poder de “telepatia”. Se você tem algo a esconder de um sócio, um cônjuge ou um policial, é melhor não fica pensando no assunto enquanto estiver na presença deles, para não ser traído por sua voz, seu olhar ou sua postura.
  7. Os mágicos também erram, e muito. Mas, ao contrário de nós, eles deixam de lado e seguem adiante, pois raramente as pessoas percebem. E você deveria fazer o mesmo.

Essas são lições deixadas pelos autores após sua pesquisa de Neuromagia, e que podemos aplicar em nosso dia a dia. Elas têm um cunho totalmente científico, pois nasceram após todo o estudo realizado com os truques de mágica e ilusionismo.

Essas lições são também um breve exemplo de como podemos aprender muito com a mágica, e aplicar esse conhecimento não só durante a realização de truques, mas também em diversas outras situações da nossa vida. Faça um bom proveito dessas dicas!

Como Aumentar Drasticamente o Poder de Persuasão usando a Mágica

É visível o crescimento da procura por livros, vídeos, palestras e formas que ensinem técnicas para aumentar o Poder de Persuasão a fim de aprimorar a nossa comunicação.

“Não se tratava apenas de fazer truques. Trata-se de levar uma audiência para outro lugar, um lugar especial, para que eles realmente possam suspender sua descrença. É sobre surpreender o público, bem como movê-los.”

David Copperfield

Isso é um sinal de que cada vez mais pessoas sabem que ter um forte poder de persuasão pode ter grande influência em suas vidas.

Na procura por essas técnicas, encontramos excelentes dicas vindas de psicólogos, neurocientistas e empreendedores. Entretanto, na maioria das vezes esses conceitos só aparecem de forma teórica.

Então, por que não recorrer aos ensinamentos daqueles que além de conhecerem essas técnicas afundo, ainda têm uma vasta experiência aplicando-as? Sim, estamos falando dos Mágicos.

Para convencer alguém, você primeiro precisa de Atenção

Conseguir manter uma pessoa ou até mesmo uma platéia atenta a aquilo que você está falando é um grande desafio.

As pessoas se distraem facilmente, qualquer coisa que você disser pode levar a atenção de quem está te ouvindo para fora do foco de onde você pretende mantê-la.

O mágico Apollo Robins, famoso nas noites de Las Vegas, explica de uma forma simplificada como funciona o mecanismo da atenção e distração do nosso cérebro e como ele explora isso usando a mágica.

Segundo ele, a nossa atenção pode ser associada a um personagem chamado Frank, que seria uma espécie de “guardinha” dentro da nossa mente. Dessa maneira, quando ele faz uma pergunta para alguém durante uma mágica, faz com que o Frank ( atenção da pessoa ) se remeta a sua memória e perca força de percepção nos sentidos externos.

Assim, Apollo consegue realizar diversos truques como tirar algo da manga, trocar objetos de lugar ou até mesmo pegar algo do bolso da pessoa sem que ela perceba, como ele mesmo demonstra em sua palestra no TED Talks.

Entendendo melhor como funcionam os mecanismos que dispersam e prendem a atenção das pessoas, aumentamos significativamente o poder de persuasão que possuímos. Dessa maneira, podemos explorar isso durante uma mágica, uma palestra, negociação e até mesmo uma venda.

O Poder da Sugestão pode ser maior do que você imagina

Muitas vezes, quando assistimos a um truque de mágica, ficamos tão impressionados que criamos uma curiosidade enorme em tentar descobrir como o mágico realizou tal façanha.

Tentamos observar com mais atenção e criamos inúmeras teorias para tentar explicar como o truque foi possível. Mas, quando se trata de mágica a variedade de técnicas envolvidas em um número podem ser diversas. Entretanto, a sugestão demonstra ter uma forte influência sobre nossas escolhas.

Como os pesquisadores Stephen Macknik e Susana Martinez-Conde revelam em seu livro Truques da Mente, lógica matemática e uma simples sugestão escondida durante a fala é suficiente para induzir a escolha de alguém.

Eles explicam essa técnica através de um simples truque de Mentalismo que consiste em adivinhar o número escolhido por alguém mediante alguns passos.

Primeiramente é contado a pessoa que esse truque em geral funciona melhor com três ou sete pessoas, mas que pode funcionar com ela. Então é pedido para que ela se concentre e tente seguir as orientações da forma mais depressa possível. Os passos são:

  • 1º Passo: Escolha um número entre 1 e 50.
  • Mas há algumas regras com respeito à sua escolha.
  • 2º Passo: O número deve ter dois algarismos.
  • 3º Passo: Os dois algarismos devem ser ímpares.
  • 4º Passo: Um algarismo deve ser maior do que o outro.

E então, é revelado que o número em que a pessoa pensou foi 37.

Bom, agora você pode estar se perguntando se esse truque realmente funciona. Os autores do livro garantem que sim. Vejamos a explicação.

Primeiro é pedido que a pessoa escolha um número entre 1 e 50. Durante esse primeiro passo, a chance de acertar o número escolhido com um palpite é de 2%, uma probabilidade muito baixa. Após concluídas todas as restrições das etapas seguintes, os únicos números que podem ser escolhidos são: 13, 15, 17, 19, 31, 35, 37 e 39. Dessa forma, a probabilidade de acerto aumenta para 12,5%, porém ainda com pouca chance de sucesso.

Apesar da baixa probabilidade, o número escolhido será o 37. Segundo eles, as causas exatas do porquê da escolha desse número ainda são desconhecidas. Entretanto, eles sugerem que um dos fatores que induzem a escolha da pessoa é a introdução feita antes do truque. Nela, a pessoa é preparada para escolher o 37 quando é dito a ela que o truque funciona melhor com três ou sete pessoas.

Incrível, né? Esse é apenas um exemplo de como uma simples sugestão pode aumentar significativamente o poder de persuasão que temos.

Como o ‘Sutil’ pode ter grande influência sobre nossas escolhas

Jay Olson, mágico e pesquisador do Departamento de Psiquiatria da Universidade McGill, no Canadá, demonstra em um estudo utilizando-se de um truque de mágica, como uma simples variação no tempo de exposição de uma carta induziu quase todas as pessoas da amostra do estudo a escolherem a carta sugerida.

No experimento, Jay folheia rapidamente um baralho diante de um voluntário e logo após pede para que o mesmo escolha uma carta. Em seguida, ele retira do bolso a mesma carta escolhida pela pessoa.

O mágico explica que durante a manipulação do baralho, ele deixou com que uma carta ficasse exposta milésimos de segundo a mais diante do voluntário e que essa mínima diferença foi o fator que induziu a pessoa a escolher esta mesma carta.

Jay realizou o experimento com 105 participantes, dos quais 103 escolheram a carta induzida por ele, mostrando que realmente podemos ser facilmente influenciados por ações tão sutis.

O Poder de Persuasão e seus Segredos

Apesar da vastidão da internet, não é tão simples achar essas técnicas, até porque se todos as conhecerem, a mágica perde seu encanto. A melhor forma de ter contato com esse conhecimento, é conhecendo algum mágico que esteja disposto a te passar todos esses segredos ou simplesmente poder aprender formalmente, ou seja, com um curso.

Ter o Poder de Persuasão optimizado e sugerir uma ideia para alguém da melhor forma possível exige treino, percepção de comportamento além de uma boa comunicação. E apesar de todas essas técnicas, a mente humana é muito vasta e ainda há muito o que se aprender e estudar sobre os mecanismos de escolha e tomada de decisões do nosso cérebro.

Passo a Passo de 3 truques de mágica super fáceis para você aprender

Qualquer um que tenha vontade de aprender truques de mágica sabe que precisa de muita disciplina, treino e dedicação.

Mas como tudo na vida, quanto mais praticamos, mais nos desenvolvemos e vamos ganhando expertise naquilo que nos propomos a fazer.

Para ajudar a todos que têm vontade de aprender e ainda estão iniciando, preparamos um “passo a passo” de 3 truques de mágica super fáceis que você pode aprender, praticar e já sair por aí surpreendendo todo mundo com suas novas habilidades.

Somando os Dados

Você vai precisar:

  • de 3 dados iguais de 6 faces

Passo a Passo de como fazer:

  • Apresente os dados, deixe com que verifiquem que não há nada de diferente neles.
  • Vire-se de costas e peça para que a pessoa empilhe os dados da forma como ela preferir sobre alguma superfície (pode ser uma mesa).
  • Após feito isso, vire-se novamente e diga que irá adivinhar a soma das faces que estão escondidas, ou seja, a face de baixo e de cima do primeiro dado (o que está em contato com a superfície), mais as faces também de baixo e de cima do segundo dado e a face de baixo do terceiro dado (aquele que está no topo da pilha).
  • O grande truque desta mágica é que a soma das faces opostas de um dado é sempre 7. Desta forma, para adivinhar o valor da soma das faces ocultas basta saber que como há três dados, a soma das faces ocultas dos três será 21. Sabendo disso, a chave para adivinhar o valor da soma é olhar a face que está no topo da pilha de dados (terceiro dado), e subtrair o valor do número 21. Por exemplo, se o valor que estiver no topo da pilha for 6, então a soma das faces ocultas será 15 (21 – 6 = 15).
  • Agora é hora do teatro, faça aquela cara de concentração para adivinhar o valor enquanto faz a conta mentalmente.
  • Pronto! Revele o valor final!
  • Por último, retire da pilha dado por dado e peça que a própria pessoa some os valores e veja que você realmente adivinhou.

Adivinhando o resultado por Telepatia

Você vai precisar:

  • Não é necessário nenhum material, apenas os seus poderes de telepatia 😉

Passo a Passo de como fazer:

  • Peça para alguém pensar em um número, pode ser qualquer número, mas para evitar que o truque fique complicado, limite para de um número de 1 a 20.
  • Em seguida comece a adicionar ou subtrair valores para esse número. Por exemplo, diga para a pessoa adicionar mais 5 ao número que ela escolheu.
  • A ideia aqui é ir pedindo para a pessoa realizar contas aleatórias apenas de adição e subtração. O segredo do truque é que ao mesmo tempo em que você pede para que ela adicione e subtraia valores do número em que escolheu, você também irá fazer as contas mentalmente.
  • Até que chega o passo final! Feitas algumas contas, você irá pedir para a pessoa subtrair o número que ela escolheu, fazendo assim com que sobre apenas o valor resultante das operações matemáticas propostas por você, e que você sabe qual é, pois também fez as operações mentalmente.
  • Pronto! Revele o número final! Para ilustrar melhor essa mágica vamos montar um exemplo. Suponhamos que o número escolhido tenha sido 5, você em seguida pediu para que a pessoa somasse mais 10 ao número escolhido (ficando assim 15 para a pessoa, enquanto para você há apenas 10). Em seguida, você pede para que ela subtraia 3 (os 15 passarão a ser 12 para a pessoa, e para você 7).
  • Enfim, não importa o número de operações, quando você pedir para que seja subtraído o número escolhido pela pessoa, o resultado será igual ao número que você está calculando mentalmente com as operações. Então, pedindo para que seja subtraído o número escolhido (12-5 = 7, o número que restar será resultado das operações criadas por você). Aí é só revelá-lo!

Adivinhando a carta escolhida

Você vai precisar:

  • 16 cartas quaisquer de um baralho

Passo a Passo de como fazer:

  • Entregue as cartas para a pessoa com quem você está fazendo a mágica, deixe-a verificar que não há nada de diferente nelas.
  • Em seguida as embaralhe e faça um “leque” de cartas para que a pessoa escolha uma.
  • Escolhida a carta, peça para que ela a memorize e mostre para outras pessoas sem que você veja.
  • Pegue-a novamente, adicione ao meio das outras cartas e embaralhe.
  • Agora é o momento onde você começará o procedimento para descobrir qual foi a carta escolhida. Coloque com a face para cima sobre uma superfície (uma mesa por exemplo) em quatro grupos, quatro cartas.
  • Diga para a pessoa apontar apenas o monte onde está a carta dela.
  • Feito isso, recolha os montes um após o outro e não os embaralhe. Recolha primeiro o monte com a carta escolhida e o deixe na parte debaixo do baralho em suas mãos.
  • Agora que entra o segredo da mágica, você montará novamente os montes, porém é a distribuição das cartas que irá te indicar qual a carta escolhida. Na hora de distribuir novamente as cartas, você colocará uma carta de cada vez em cada monte. Dessa forma, quando estiver distribuindo as últimas quatro cartas (monte com a carta correta), você estará isolando uma para cada monte. Então, peça para que a pessoa aponte novamente o monte onde está a carta dela.
  • Pronto! Assim que ela apontar o monte correto você já saberá qual foi a carta escolhida, pois com as cartas isoladas, cada monte carrega no topo uma das possíveis cartas escolhidas pela pessoa. Agora, basta recolher as cartas, porém é importante não misturá-las, saiba onde está a carta escolhida no baralho.
  • Você irá montar novamente os quatro grupos de quatro cartas, porém dessa vez com as cartas viradas para baixo na mesa. Você precisa saber onde está a carta escolhida em suas mãos para que quando ela seja colocada em um dos montes você saiba onde ela está. Esse é o momento onde você irá eliminando os montes até a carta escolhida.
  • Com os quatro montes de quatro cartas para baixo já sobre a mesa, peça para que a pessoa escolha dois montes, dependendo da escolha da pessoa você eliminará apenas aqueles onde a carta correta não está. Por exemplo, há quatro montes sobre a mesa, o monte 1, 2, 3 e 4. A carta correta está no monte 2, e a pessoa escolheu o monte 2 e 3, então você eliminará o monte 1 e 4 da mesa.
  • Com dois montes sobre a mesa, diga para a pessoa escolher apenas um monte. Novamente, elimine o que não está com a carta certa, sendo o escolhido pela pessoa ou não.
  • Com apenas um monte de quatro cartas sobre a mesa, divida-o em dois montes de duas cartas e diga para a pessoa escolher apenas um monte, repetindo assim o método de eliminação.
  • Passo Final! Com apenas duas cartas sobrando, peça para a pessoa escolher uma das cartas, e então sabendo qual delas é a correta revele a carta escolhida!

Dica Importante: Essa mágica exige que a pessoa se distraia um pouco, então treine a sua performance para manter a atenção dela presa em você e não em como você está manuseando as cartas.

Dicas Finais:

O segredo para a boa execução de qualquer mágica é o treino! Treine bastante na frente do espelho, isso não só vai te ajudar a melhorar a sua performance como também identificar possíveis erros. Procure também realizar as primeiras mágicas com parentes e amigos para que possam te dar um feedback de como você se saiu. Boa Sorte!

Arte Mágica: Como ela encanta as pessoas

Ao longo da história, a cada geração, a arte mágica vem seduzindo pessoas de todas as idades. Seja pelo fascínio que os truques de ilusionismo causam ou pela busca incessante dos profissionais da mágica por truques cada vez mais inovadores, a mágica sempre foi envolta por uma áurea de encantamento.

O fato é que, se a mágica participasse de uma pesquisa de satisfação como um produto, ela alcançaria altas taxas de aprovação nos mais variados segmentos da sociedade.

Mas o que a arte mágica que tem pra conseguir agradar tantas pessoas? Como ela é capaz de satisfazer da mesma forma pessoas tão diferentes?

Bom, tenho uma teoria.

Cada vez mais, nós vivemos uma realidade que nos incomoda em vários aspectos. Eu precisaria de um post gigantesco para enumerar tudo, mas de pronto, destaco alguns:

  • Falta de tempo para fazer o que se gosta;
  • Escassez de recursos (não somente os financeiros);
  • Aumento da violência urbana;
  • O aparecimento interminável escândalos nas áreas política, empresarial, artística, desportiva etc;
  • Pessoas, grupos sociais e nações cada vez mais intolerantes;

E por aí vai…

Ok. Mas onde a mágica entra nessa história?

Eu penso a arte mágica como uma válvula de escape para todos nós. Como raras coisas da vida, ela carrega consigo momentos de alegria genuína que parecem nos isolar do bombardeio de problemas ao nosso redor.

Pode parecer uma utopia, mas estamos cada vez mais necessitados dessas válvulas de escape.

Já ouviu falar, por exemplo, na Síndrome de Burnout? É um distúrbio psíquico causado pela dedicação exagerada a determinada atividade (geralmente, as laborais). Uma das melhores formas de preveni-la é inserirmos em nossa rotina mais momentos dedicados ao nosso próprio bem estar físico, psíquico e emocional.

Em resumo, minha teoria é que, diante desta nossa necessidade fisiológica (mesmo que, as vezes, inconsciente), a arte mágica está como uma espécie de relaxante cerebral. E a cada truque, a cada número ela  nos lembra, como um discreto sussurro, que é possível vivermos num mundo sem tantas exigências e preocupações. Nos lembra que é possível sermos mais felizes.

Mágicas Impressionantes, Histórias Para Sempre

Quem não gosta de ver um truque de mágica bem feito? Todo mundo gosta! Mas, e você? Feche seus olhos e tente se imaginar sendo o centro das atenções, admirado pela sua “platéia” (muitas vezes pequena, seus filhos, por exemplo), arrancando sorrisos desconfiados e satisfeitos com suas mágicas impressionantes!

Todos nós já fomos crianças e, dentro de nós, sempre temos aqueles momentos de nossa vida que simplesmente estão gravados na memória para sempre e que vêm de vez em quando à tona e nos trazem aquele sentimento gostoso de nostalgia.

Hoje, já adultos, esses momentos parecem banais: uma brincadeira com o brinquedo predileto, uma piada inocente de um amigo que virou uma gargalhada ou aquele tio brincalhão que sempre fazia mágicas impressionantes, que parecia indecifrável.

O fato é que vamos crescendo e crescem também nossas responsabilidades. É inevitável. A correria diária deixa nosso tempo cada vez mais apertado e cada vez mais escassos os pequenos momentos de felicidade genuína. Aquelas pequenas coisas cotidianas, sabe? Histórias que poderão ser contadas um dia para os nossos netos.

Uma boa saída sempre é procurar um novo hobbie. Uma válvula de escape onde não haja preocupações. O nosso momento de fugir das tarefas que ficam martelando nossa cabeça, do trânsito, do barulho dos filhos, da cobrança do chefe…

Opção não falta: um esporte diferente, aprender um novo idioma, tocar um instrumento ou até mesmo aprender a fazer mágica. Pera! Aprender mágica? Como assim?

É isso mesmo. Aprender mágica! Ou vai dizer que, dos momentos felizes estocados aí na sua mente, nenhum deles tem relação com a mágica? Aposto que ao menos um programa da TV com a participação de um mágico legal deve ter escondido aí nas gavetinhas da sua memória.

Então, se você quer criar esses momentos especiais junto com quem ama, um dos segredos é esse: escolha um hobbie. Assim você terá mais histórias pra contar e, de quebra, terá mais oportunidades de criar aqueles momentos inesquecíveis da nossa vida.

Mais Mágica no Cinema: Bagdad Café

Bagdad Café

 

Mágica no Cinema! Aqui mais um filme com mágica e surpresas. Pela crítica, O filme é um dos mais conhecidos cult movies da década de 80. Dirigido pelo cineasta alemão Percy Adlon, o filme trata da comovente história de uma turista alemã que, ao chegar numa hospedaria localizada num ponto isolado do deserto de Mojave, é mal recebida e até hostilizada pela proprietária do local, mas, com seu jeitinho tímido, vai aos poucos construindo uma relação de amizade pura com todos que moram e freqüentam o local.

Continuar lendo Mais Mágica no Cinema: Bagdad Café